Français Español Português English


A minha conta
Contactos
214.245.101
(Custo chamada local)

Início > Plantas > Roseiras

Roseiras

Veja também:
Roseiras e Celebridades
Roseiras de A a Z

Saíba tudo sobre as roseiras

As roseiras são sem dúvida os vegetais que encontra-se com mais frequência num jardim.
Que seja apreciador de bonitas rosas de criador, ou de rosas selvagens, mais pequenas, mas também muito encantadoras, encontra-se sempre um lugar para uma roseira numa varanda ou num jardim.

Originárias da Ásia, as roseiras são vegetais da família das rosaceae, com o porte arbustivo, rastejante, ou com silvados. São a maior parte do tempo fornecidas de espinhos.

As rosas

Que sejam simples, duplas, ou ainda com pétalas encaixadas, pode-se encontrar uma multidão de rosas e de roseiras diferentes. A sua cor extrai também em toda a pálete do branco puro ao preto profundo, passando pelo vermelho sangue, ou ainda o azul celeste… Por último, a gama de perfumes chama a atenção do seu sentido o mais fino : com sabor a fruta, iodado, cheiro de musc, de chá… Comeria-se!

Roseiras remontantes ?

Uma roseira remontante não é uma roseira que terá tendência a crescer em altura, é simplesmente uma roseira que oferecerá uma floração em contínuo do mês de maio até às primeiras geadas. Com efeito, certas roseiras florescerão apenas só uma vez, mas de maneira intensa, e outras serão floridas todo o verão.

Em todos os casos, é bom retirar as flores murchas progressivamente com a ajuda de uma tesoura de podar. Isso permite não esgotar a sua roseira a fazer sementes inutilmente, e estimulará a chegada de novas flores (porque o objectivo de uma planta é produzir o máximo de sementes).

Que tipo de solo para as roseiras?

As roseiras preferem um solo rico em húmus. Não hesite a trazer adubo regularmente (na primavera e no fim do verão). Tolera as terras argilosas, e não gostam do calcário em forte concentração (traga terra de Urze, ou acidule o solo com cortiças de pinheiro).
Em vaso, rocalha, na terra, para formar uma bordura ou um maciço... Pode plantar as suas roseiras de mil e umas maneiras, desde que estas estejam ao sol.

Como poda las roseiras ?

As roseiras silvados e as roseiras trepadeiras necessitam uma poda regular. Isso permite-lhes produzir numerosas ramificações, conservar um porte harmonioso, e sobretudo evitar a propagação das doenças. Ver poda das roseiras.

As doenças das roseiras

O que pode-se observar frequentemente nas roseiras são os ataques de pulgões pretos, ou de oídio.

Para combater o pulgão preto, o mais natural será utilizar as joaninhas. Pode-se encontrar em algumas viveiros larvas de joaninhas “a salpicar” nas plantas atingidas. Pode-se também pulverizar água adicionada de um pouco de sabão preto directamente nas folhas.

O oídio é uma doença devida a um fungo. Aparece então uma feltragem branca nas folhas. Existe no comércio um tratamento que age contra as doenças da roseira, ou pulveriza uma decoção com cavalinha.

A ferrugem e as manchas pretos são também doenças frequentes devidas a fungos.

Quando as suas roseiras são atingidas de uma doença fungosa (manchas nas folhas), elimina as partes atingidas, e queime-as. Numerosos tratamentos eficazes contra numerosos fungos existem no comércio. Em prevenção, é sempre bom pulverizar papa bordelêsa de vez em quando.

Truques e astúcias para as roseiras

O pé de café ao pé das roseiras seria eficaz como adubo. As peles de banana igualmente.
Pode-se pôr chorumo de urtigas no fundo do buraco antes da plantação para reforçar a roseira.
A lavanda ou os cravos da Índia plantados ao pé das roseiras vão protegê-las dos numerosos insectos.

Dentes de alhos plantados no solo reforçariam a cor e o perfume das rosas, e teriam uma ação fungicida. O doce de rosas acompanha muito bem o foie gras.

Não hesite em fazer-nos chegar os seus truques e astúcias para as suas roseiras!

Conselhos de Jardinagem:
Poda das roseiras
www.planfor.fr
Pépinières PLANFOR
RD 651
40090 UCHACQ - FRANCE
Tel : 214.245.101
Fax : 0033 558 064 854