Guia do
sebe ecrã
Cipreste de Leyland -
Cupressocyparis leylandii (latim)
Cipreste de Leyland, Cupressocyparis leylandii: Sebe

Origen: Híbrido entre o cupressus macrocarpa e o chamaecyparis nootkantensis.

Dimensões adultas: Altura até 30 metros, largura até 10 metros.

Folhagem: Persistente.

Tipo de solo: Todos.

Clima: Rústico até -24°C.

Exposição: Sol directo.

Velocidade de crescimento: Até 1 metro a partir do primeiro ano.

Cipreste de Leyland, Cupressocyparis leylandii
Cipreste de Leyland, Cupressocyparis leylandii

Características e utilização: O cipreste de Leyland (Cupressocyparis leylandii) é, hoje em dia, a árvore mais utilizada para fazer sebes serradas e sebes corta-vento. As paredes de verdura obtidas são muito escuras, vão protegê-lo rapidamente dos olhares indiscretos. Muito vigorosa e resistente às doenças, o cipreste de Leyland adapta-se muito bem a pode.

Lista dos Ciprestes:
Cipreste da folha caduca (Taxodium distictum), folhagem caduca, solo acido e húmido, folhagem amarela castanho no outono
Cipreste de Monterey (Cupressus macrocarpa), crescimento rápido, seu porte estende-se com a idade, suas agulhas têm o aroma do limão, pode ser utilizado para formar sebes
Cipreste de Lawson (Chamaecyparis lawsoniana), porte cónico e folhagem densa, sua madeira tem o aroma do limão, pode ser utilizado para formar sebes, teme o calcário
Cipreste de Lawson 'Columnaris Glauca', conífero anão, porte cónico, folhagem azul acinzentado
Cipreste de Lawson 'Ellwoodii', conífero anão, porte cónico, folhagem cinzento verdeado
Cipreste de Lawson 'Ellwood's Gold', conífero anão, porte cónico, folhagem verde dourado
Cipreste de Florença (Cupressus sempervirens 'stricta'), porte colunário muito estreito
Cipreste da Itália (Cupressus sempervirens pyramidalis), porte colunário muito estreito
Cipreste sawara 'Boulevard' (Chamaecyparis pisifera 'boulevard'), conífero anão, porte arredondado e recaído, folhagem verde vivo com manchas brancas

Ver o catálogo dos Ciprestes

Outras plantas utilizadas para a composição das sebes:
Abélia (Abelia grandiflora), linda floração branca rosada todo verão
Berbéris vermelho 'Atropururea' (Berberis thumbergii 'atropurpurea'), folhagem púrpura e flores amarelas tingidas de vermelho na primavera, ideal em sebes défensives, caduca
Buxo comum (Buxus sempervirens), folhagem verde brilhante, vive muito tempo, ideal em sebes baixas
Carpa europeia (Carpinus betulus), muito linda folhagem marcescente
Cipreste de Lawson (Chamaecyparis lawsoniana), porte cónico e folhagem densa, sua Madeira cheiro ao limão, teme o calcário
Elaeagnus ebbingei, flores brancas muito perfumadas de setemro a dezembro, folhagem verde prateada
Escallonia iveyii, floração branca e perfumada de julho a setembro, resiste até -10°C
Folhado comum (Viburnum tinus), folhagem persistente, floração branca de novembro a abril
Fotínia 'Red robin' (Photinia fraseri 'Red robin'), jovens rebentos vermelhos, floração em forma de sombrinhas brancas na primavera, teme o calcário e as fortes geadas
Ligustro da Califórnia (Ligustrum ovalifolium), folhas brancas de panículas em julho, folhagem semi-persistente, resiste até -30°C
Loureiro de Portugal (Prunus lusitanica), floração branca em junho, folhagem verde brilhante
Louro cerejo (Prunus lauraceasus), folhagem verde brilhante, flores em cachos brancos, teme o calcário
Madressilva de jardim (Lonicera nitida), linda folhagem que é parecida a folhagem do buxo, ideal em sebes baixas
Pitósporo do Japão (Pittosporum tobira), altura até 5m. Folhagem branca, ao cheiro de flor de laranja, folhagem verde escura brilhante, resiste até -10°C
Pitósporo do Japão anã, altura até 1m. Folhagem branca, ao cheiro de flor de laranja, folhagem verde escura brilhante, resiste até -10°C
Teixo comum (Taxus baccata), folhagem verde escuro, folhagem e frutos vermelhos tóxicos
Tojo (Ulex europaeus), floração abundante e perfumada em abril/maio, ideal em sebe defensiva, teme o calcário

www.planfor.fr
Imprimir esta ficha